Eu odeio Ele – Como escolhi o nome da história

Para ser sincera com vocês não foi nada difícil 🙈

Após finalizar uma das primeiras versões da história e pensar um pouco sobre a tragetória de Priscila o nome surgiu na minha mente.

Acredito que foi inspiração Divina porque hoje parando para pensar jamais eu chegaria em um título que resumisse tão bem a vida de Priscila Maia.

Isso não quer dizer que a escolha do nome de um livro é um processo fácil, porque não é. Ás vezes eu quebro a cabeça para encontrar títulos que se encaixe nos meus textos.

“Eu odeio Ele” foi uma execeção da regra e eu agradeço a Deus por isso 🙈😀.

Quando você terminar algum texto e estiver difícil pensar em um título, o ideal é esperar alguns minutos, horas ou dias, se possível, reler o material e então matutar algumas sugestões. Se não der certo, repita o processo quantas vezes forem necessárias.

Não se desespere, faça com calma, afinal de contas tem que ser uma escolha bem feita, já que é o título que irá atrair ou não o leitor para sua história/texto.